Campanha eleitoral: dicas para fazer um santinho político campeão

Campanha eleitoral: dicas para fazer um santinho político campeão

eleições santinho

Para fazer uma boa campanha eleitoral, é indispensável investir em uma forte divulgação que alcance o maior número possível de eleitores. Para obter esse resultado, um dos materiais mais populares e tradicionais é o santinho político, peça gráfica simples e informativa, que pode ser produzida, manuseada e distribuída com muita facilidade.

Apesar da crescente digitalização das campanhas, esse tipo de material impresso não perde força. É preciso lembrar que, no Brasi, muitas pessoas ainda não possuem acesso à internet, e o santinho político tem a capacidade de alcançar um grande público com um excelente custo-benefício.

Além disso, os santinhos são ótima estratégia para divulgar as principais informações do candidato e para ajudar o eleitor a memorizar sua intenção de voto. Nesse sentido, essa peça é ainda mais importante para candidatos aos cargos de vereador e deputado, já que os números que o eleitor precisa gravar são maiores. 

Com um papel decisivo na campanha eleitoral, o santinho precisa ser elaborado e distribuído com estratégia. Confira nossas dicas para fazer um santinho político campeão e conquistar seus eleitores. 

Informações

A mensagem do santinho deve ser objetiva, clara e criativa. Fuja de textos longos e excesso de informação. Dê preferência a layouts limpos e organizados que favoreçam a mensagem principal. Nome do candidato, número, partido e foto são os elementos essenciais do santinho e, portanto, devem aparecer em maior destaque. Quem concorre a cargos majoritários ainda deve incluir o nome do vice de modo claro e legível, em tamanho até 30% menor que o nome do titular. No caso dos vereadores, também pode ser feita a divulgação do prefeito que está representando o partido ou coligação. 

Os santinhos políticos, assim como todo material impresso eleitoral, devem inormar o CNPJ da gráfica responsável pela impressão, CPF ou CNPJ de quem a contratou e a respectiva tiragem produzida.

Visual

Siga a identidade visual da campanha. Todas as peças gráficas devem manter um padrão para que a imagem e as ideias do candidato sejam melhor fixadas na mente do eleitor. Para isso, escolha cores e fontes coerentes com o seu discurso e não esqueça de levar em conta o perfil do seu público.

Além desses cuidados, é indispensável utilizar imagens com boa resolução. Lembre-se que a foto é o principal elemento para formar a percepção que o eleitor tem de você. Por isso, opte pelo trabalho de fotógrafos profisisonais para ter mais qualidade e passar maior credibilidade. Para refletir mais confiança, evite poses exageradas. É recomendado posar de frente, olhando para a câmera, como se estivesse olhando nos olhos dos eleitores. Certifique-se que a foto dos santinhos é a mesma que aparecerá nas urnas de votação para ser associada facilmente a toda a campanha e para não gerar nenhuma confusão e dúvida nos eleitores.

Tamanho e papel

O tamanho convencional para o santinho político na campanha eleitoral é 70x100mm, normalmente impresso em papel couchê 90g ou reciclato.

Divulgação

O local de distribuição dos santinhos influencia muito na quantidade de pessoas que serão atingidas. Analise atentamente o seu público e verifique onde e quando ele fica mais concentrado. Mas não esqueça de atender às exigências da legislação. A distribuição dos panfletos só pode ser feita até as 22 horas do dia anterior ao da eleição e não é permitido entregar os santinhos em locais públicos, como prefeitura, câmaras e secretarias, e lugares particulares com visitantes, como shoppings e clubes. 

A campanha eleitoral já começou e agora é hora de deixar uma boa impressão. Consulte nossos representantes e solicite um orçamento para fazer sucesso nas urnas.

Fale no Whatsapp!